Alemanha na 2ª posição do Ranking de Inovação

© Pexels

As universidades alemãs estão entre mais bem-sucedidas em todo o mundo. Nove universidades alemãs figuram entre as cem instituições mais inovadoras.

Com isso, a Alemanha figura como a segunda mais inovadora em termos mundiais. Os EUA, com 46 universidades, seguem na liderança. Em terceiro e quarto lugar estão a França, com oito universidades, e o Reino Unido, com seis. Os dados são do ranking 2009 da Reuters, intitulado “World’s Most Innovative Universities”, que foi publicado esta semana.

De acordo com o relatório, as três instituições de ensino alemãs mais inovadoras são a Universidade Erlangen-Nürnberg (14ª colocada no mundo), a Technische Universität München (46ª) e a Universität Heidelberg (59ª).

Depois dessas, estão a Universität Mainz (70ª), a Ludwig-Maximilians Universität München (75ª), a Technische Universität Dresden (79ª), a Universität Freiburg (82ª), a RWTH Aachen (89ª) e a Technische Universität Berlin (94ª).

O ranking foi elaborado pela multinacional das comunicações Thomson Reuters, junto com a Clarivate Analytics, especialista em análises de ciência e inovação.

O critério de classificação foi o número de patentes registradas e o número de artigos científicos citados. As instituições tiveram que ter pelo menos 70 patentes registradas na World Intellectual Property Organization entre 2012 e 2017 para serem incluídas no Ranking.

Fonte: Forschung & Lehre