Organização

Die Händer verschiedener Menschen stapeln sich in der Mitte zu einem Kreis. © iStockphoto

O DWIH São Paulo faz parte de uma rede global de cinco centros, supervisionados pelo Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD).

Reunidos sob o teto do DWIH São Paulo, protagonistas alemães da ciência e inovação unem a sua competência e ampliam as suas atividades conjuntas no Brasil a serviço da cooperação científica.

Tanto a Alemanha quanto o Brasil consideram a ciência e inovação como áreas fundamentais para um desenvolvimento econômico, social e duradouro. Há 50 anos os dois países promovem uma cooperação científica extensa e produtiva. Com a abertura do DWIH São Paulo, foi dado um importante passo para consolidar a colaboração com os parceiros brasileiros.

A cidade de São Paulo foi escolhida devido ao seu significado no contexto internacional científico, à longa parceria com a Alemanha e à promissora perspectiva para futuras cooperações. A metrópole brasileira tem como característica o grande número de imigrantes alemães e sedia instituições e fundações alemãs na área da ciência, educação, cultura e economia, assim como inúmeras organizações, que são responsáveis pela troca e colaboração entre os dois países. A proximidade entre o DWIH São Paulo e a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK Brasilien) favorece o contato entre instituições de pesquisa e empresas alemãs e brasileiras.

O Centro é orientado por diversos organismos a nível local e central.

Estrutura organizacional do DWIH

Como um dos cinco centros mundiais, o DWIH São Paulo é gerido pelo DAAD. Sendo que o escritório de São Paulo abriu suas portas em 14 de fevereiro de 2012. Já em 2017, para coordenar os DWIH, foi criado um escritório central em Bonn. Este escritório supervisiona dois órgãos centrais, o Conselho Curador e a Comissão de Programa, que orientam as atividades do DWIH e estabelecem as estruturas administrativas locais.

Estrutura organizacional local

O diretor local de cada DWIH é o elo entre o DAAD e a rede DWIH. Eles são nomeados pelo DAAD e, conforme a regra, também são diretores dos respectivos escritórios regionais ou locais do DAAD. Já as atividades cotidianas do DWIH são administradas por um coordenador. O mesmo é apoiado por responsáveis das áreas de relações públicas, projetos e eventos, e administração e finanças. A estrutura administrativa local também inclui um Conselho do DWIH correspondente, que permite a participação de todos os cooperadores.

O Conselho local

O Conselho consultivo do DWIH São Paulo é formado por seus cooperadores plenos e cooperadores associados. O papel deste conselho consiste em utilizar suas redes e expertise para apoiar no desenvolvimento de programas e estratégias, além de averiguar regularmente sua eficiência como um todo. Bienalmente, o Conselho elege um presidente entre os cooperadores.

Conselho Curador

O Conselho Curador é o órgão central responsável pelo controle estratégico do DWIH. É composto por políticos, cientistas e representantes de empresas, e presidido pelo Ministério das Relações Externas (AA) da Alemanha. Sendo que o presidente da Aliança de Organizações Científicas da Alemanha atua como copresidente. O Conselho Curador sugere as metas do DWIH, estas, por sua vez, são deliberadas anualmente pelo AA e pelo DAAD.

A Comissão de Programa

A Comissão de Programa é o agente do Conselho Curador. Constituído por membros do Conselho Curador, pelos diretores dos DWIH e presidentes do Conselho local, é liderado pela Aliança de Organizações Científicas da Alemanha. A Comissão de Programa faz acordos com cada um dos DWIH sobre a implementação das metas prescritas pelo Conselho Curador, atuando como intermediário deste último. Neste comitê também os planos anuais do DWIH são apresentados, discutidos e revisados.

Mais informações sobre a rede global DWIH no link: