Os novos tomadores de decisões da educação e ciência no Brasil

© Hagenguth/DAAD

As peças que compõem o cenário brasileiro tanto da educação, como da pesquisa, ciência e inovação representam um papel fundamental na sociedade. Atualmente alguns tomadores de decisões deste universo estão sendo articulados e movimentados, principalmente por conta do novo governo, como também do momento de cada instituição

O Brasil tem, desde 8 de abril, um novo ministro da Educação. Abraham Weintraub sucede o colombiano Ricardo Vélez Rodriguez, que havia sido nomeado no início do governo Jair Bolsonaro. Com as mudanças de governos tanto no âmbito federal quanto nos estaduais, as áreas de educação e ciência passaram a ser comandadas por novos nomes. Abaixo, apresentamos os novos chefes nos ministérios federais da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), bem como das agências federais de fomento Capes e CNPq. Muitos novos governos estaduais também nomearam novos presidentes para suas 26 agências estaduais de fomento à pesquisa científica, que elegeram um novo presidente para sua confederação, a Confap.

Ministério da Educação: Prof. Abraham Weintraub

Apesar de professor na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), Abraham Weintraub é mais conhecido por sua carreira no mercado financeiro, com mais de 20 anos de atuação no setor bancário. Weintraub é formado em ciências econômicas pela USP (Universidade de São Paulo) e tem mestrado e MBA em fundos de investimento e finanças internacionais pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Desde 2014, também exerce a docência na Unifesp e é diretor executivo do CES (Centro de Estudos em Seguridade).

Mais sobre o Ministério da Educação aqui!

Capes: Prof. Dr. Anderson Ribeiro Correia

No dia 2 de janeiro de 2019, o reitor e professor do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), Anderson Ribeiro Correia, foi nomeado o novo presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Engenheiro civil, formado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), mestre em engenharia de infraestrutura aeronáutica pelo ITA e doutor em engenharia de transportes pela University of Calgary (Canadá), Anderson Correia é pesquisador do CNPq e assessor da Capes, Fapesp e CNPq. Editor associado da revista “Transportes” e revisor de diversos periódicos nacionais e internacionais, Correia ainda compõe o comitê do Transportation Research Board, dos Estados Unidos, o Conselho Deliberativo da Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (Anpet) e o Conselho de Administração da Organização Brasileira para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Controle do Espaço Aéreo (CTCEA).

Saiba mais sobre a Capes aqui!

MCTIC: Marcos Cesar Pontes

Conhecido como astronauta Marcos Pontes, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que assumiu a pasta em janeiro de 2019, nasceu em Bauru no interior de São Paulo. É tenente-coronel da Força Aérea Brasileira, engenheiro aeronáutico, formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e mestre em engenharia de sistemas pela Naval Postgraduate School, na Califórnia (EUA). Membro da turma 1998 de astronautas da NASA, Marcos Pontes é não só o único brasileiro como também o primeiro astronauta profissional do hemisfério sul a ir ao espaço. Pontes realizou a Missão Centenário em 2006, fruto de uma parceria entre a Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial Russa. Pontes atua ainda como embaixador da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), atuando principalmente em programas de desenvolvimento sustentável.

Saiba mais sobre o MCTI aqui

CNPq: Prof. Dr. João Luiz Filgueiras de Azevedo

O engenheiro aeronáutico João Luiz Filgueiras de Azevedo, pesquisador do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) e professor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), foi escolhido no dia 15 de janeiro de 2019 o novo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Azevedo possui graduação em engenharia aeronáutica pelo ITA, mestrado e doutorado pela Stanford University (EUA). Atualmente é pesquisador titular do IAE, do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e professor colaborador do ITA.

Saiba mais sobre o CNPq aqui!

Confap: Prof. Dr. Evaldo Ferreira Vilela
O novo presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), Evaldo Vilela, foi eleito, em 15 de março de 2019, também presidente do Conselho Nacional de Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). Vilela é formado em agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e mestre em entomologia pela USP e PhD em ecologia pela Universidade de Southampton (Inglaterra). Realizou pós-doutoramentos nas universidades da Califórnia-Berkeley (EUA), de Erlangen-Nürnberg (Alemanha) e Tsukuba (Japão). É membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ANC) e atua em comitês de assessoramento do CNPq, Capes e Finep, além de ser membro do Fundo Setorial do Agronegócio (CTAgro/MCT) e da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência).

Mais sobre a Confap e seu novo presidente aqui