Simpósio on-line da g.a.s.t. no Brasil

© g.a.s.t.

O escritório da g.a.s.t. no Brasil, junto à Universidade Federal do Paraná (UFPR), realizou em 18 de junho o evento virtual “Digitalização no ensino de línguas estrangeiras: um instrumento de financiamento da internacionalização universitária”.

O simpósio, originalmente planejado para acontecer presencialmente na UFPR, em Curitiba, foi oferecido como evento on-line devido à pandemia da Covid-19. Dessa forma, ele atingiu um público muito grande: 440 participantes se inscreveram para assistir ao programa de duas horas e meia.

“Nós conseguimos transmitir um sentimento de presença em um evento completamente virtual, através de um conceito dinâmico. Toda a variedade de discursos e videoclipes, pensados para interagir com os participantes através de pesquisas, resolução de exercícios e bate-papos, contribuiu muito para gerar essa impressão no público”, disseram os organizadores.

O expressivo retorno evidencia a atualidade e relevância do tópico de aprendizado digital de línguas estrangeiras, além de ressaltar a importância de medidas de política científica no Brasil, principalmente no contexto político atual.

Especialistas em didática da língua, germanística e ensino à distância discutiram o significado do aprendizado de idiomas como um pilar para o processo de internacionalização de universidade brasileiras. Eles também compartilharam suas experiências e perspectivas sobre o uso de e-learning.

O Prof. Dr. Paulo Soethe (Germanística, UFPR) coordenou o painel de abertura com a Profª Dra. Denise Abreu e Lima, especialista em ensino à distância na Universidade Federal de São Carlos e presidente do programa Idiomas sem Fronteiras, a Profª Dra. Eliane Segati, docente de português e inglês e representante da Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (SETI), e a Profª Dra. Maria Josele Bucco Coelho, chefe do Centro de Coordenação de Integração de Políticas de Educação a Distância, da UFPR.

O tema dominante foi o desafio atual do ensino à distância, que, por causa da pandemia, desencadeou uma “nova normalidade” sem aulas presenciais, bem como exemplos de medidas político-científicas para promover o ensino de idiomas e a integração de ensino digital nas universidades. Além do Idiomas sem Fronteiras, foi mencionado o programa estadual Paraná fala Idiomas, que planeja uma versão para o alemão com a participação da g.a.s.t..

A g.a.s.t. e a plataforma de ensino online de alemão (DUO) – presente no Idiomas Sem Fronteiras – foram apresentadas por Maxi Neidhardt, chefe do escritório da g.a.s.t. no Brasil, e Katrin Krause, chefe da DUO. Como atividade interativa, para mostrar o conceito de aprendizado da DUO, foram escolhidos dois participantes com conhecimentos em alemão, que fizeram ao vivo dois pequenos exercícios pela plataforma de aprendizado.

O Prof. Dr. Thiago Viti Mariano, do departamento de Deutsch als Fremdsprache e chefe do centro de línguas da UFPR, trouxe em sua fala os desafios e resultados do programa Idiomas sem Fronteiras – Alemão, onde atua como vice-presidente. A palestra foi encerrada com vídeos curtos contendo relatos de experiências e avaliações de alunos, professores e coordenadores envolvidos no programa.

O Dr. Paul Voerkel, professor na filial do DAAD e na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), apresentou o módulo online promovido pelo DAAD “Dhoch3”, desenvolvido para apoiar a formação acadêmica de futuros professores dos programas de mestrado.

O evento foi complementado com informações institucionais sobre o Centro Alemão de Ciência e Inovação (DWIH) São Paulo – um dos realizadores –, sobre o DAAD e sobre a Rede Brasil-Alemanha Internacionalização do Ensino Superior (Rebralint), esta última representada por sua presidente Profª Dra. Gabriela Marques-Schäfer.

Em sua fala, o presidente da agência de fomento Fundação Araucária do Paraná, Prof. Dr. Ramiro Wahrhaftig, enfatizou o papel fundamental de cooperações científicas e de redes de grupos de pesquisa para a internacionalização de universidades no Brasil. Por parte das instituições de financiamento brasileiras há um grande interesse em intensificar o trabalho conjunto com parceiros alemães, ressaltou Wahrhaftig.

Mais informações sobre o programa e os palestrantes você encontra em https://www.testdaf.de/aktuelles/.