Conselho de Ciência da Alemanha propõe debate sobre resiliência do sistema científico no mundo pós-covid

© Freepik

O Conselho de Ciência da Alemanha (Wissenschaftsrat, WR) abordou os impactos da pandemia no sistema científico mundial em documento publicado em janeiro deste ano. De acordo com a análise intitulada “Impulsos da crise de covid-19 no desenvolvimento do sistema científico da Alemanha”, em tradução livre, a crise da covid-19 marca uma ruptura histórica, cuja profundidade não pode ser avaliada no momento. Para o WR, a pandemia acelerou processos como a transformação digital e retardou outros como os esforços para internacionalizar a ciência e a pesquisa.

Segundo Dorothea Wagner, presidente do órgão consultivo de política científica dos governos federal e estaduais, o objetivo da discussão é identificar os desafios do sistema científico que se tornaram aparentes durante a crise, promover as transformações necessárias e iniciar um debate sobre reorientações fundamentais da política no campo da ciência. Alguns desses desafios vão desde a capacidade de resposta a crises no aconselhamento político até a falta de soberania e segurança no espaço digital e os desafios estratégicos na internacionalização com grande ênfase na pesquisa em saúde.

Para o WR, o sucesso no desenvolvimento de vacinas não deve encobrir evidentes pontos frágeis do sistema científico alemão. O documento pontua ainda que a Alemanha tem muito a fazer em termos de redes e gerenciamento de dados – especialmente, mas não apenas, na pesquisa em saúde. Muitos desses desafios têm uma dimensão internacional. A mobilidade, a cooperação e o intercâmbio de dados através das fronteiras foram submetidos a um teste de estresse durante a crise. As experiências positivas e negativas devem ser avaliadas e novas prioridades estratégicas devem ser desenvolvidas com base nisso.

No contexto da ciência, o documento esclarece que não há um conceito de resiliência desenvolvido especificamente para o sistema científico e propõe um debate sobre como orientar a ciência para a resiliência, tendo em vista as mudanças em sua capacidade de antecipar e lidar com crises.

Para ler o documento completo em alemão, clique aqui. Mais informações de referência sobre o documento podem ser encontradas também em alemão aqui.