BAYLAT realiza o "Estande da Baviera" na feira internacional ExpoPós 2020 no Brasil

© BAYLAT

Devido à alta importância do Brasil, o Centro Universitário da Baviera para América Latina (BAYLAT) realiza o estande da Baviera na feira internacional universitária ExpoPós 2020, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os representantes das universidades da Baviera puderam informar os interessados e encontrar ainda representantes das melhores universidades brasileiras.

Com um estande organizado pelo Centro Universitário da Baviera para América Latina (BAYLAT), o Estado da Baviera esteve representado na feira ExpoPós Brasil, nas cidades de São Paulo (7 a 8 de março) e do Rio de Janeiro (10 a 11 de março).

As feiras contaram com a participação dos seguintes representantes de universidades da Baviera:

• Master of Art. Kira Gehrmann, chefe do Departamento de Assuntos Internacionais da Universidade Friedrich-Alexander de Erlangen-Nürnberg (FAU)

• Master of Art. Juan Pablo Juárez Castro, gerente regional do Departamento de Assuntos Internacionais da University of Applied Sciences Würzburg-Schweinfurt (FHWS)

• Master of Science. Sören Metz, escritório para América Latina da Universidade de Munique (TUM)

• Thorsten Parchent, coordenador dos “Welcome and Alumni Services“ da University of Bayreuth

Junto com os representantes das universidades, o BAYLAT, representado pela Dra. Irma de Melo-Reiners, diretora executiva do BAYLAT, e Jonas Löffler, responsável pela cooperação internacional e marketing, informou aos estudantes brasileiros sobre as possibilidades de estudo e pesquisa oferecidas pelo Estado Livre da Baviera.

A Coburg University of Applied Sciences, representada pelo Prof. Dr. Victor Randall, também participou dos eventos em São Paulo e Rio de Janeiro com um estande próprio. Na oportunidade, a universidade promoveu o seu programa de MBA em gestão financeira.

O público-alvo era composto em sua maioria por futuros mestrandos e doutorandos, que estavam, especialmente, interessados pelos programas oferecidos em língua inglesa. Visto que as universidades da Baviera possuem uma vasta oferta de carreiras, o estande organizado pelo BAYLAT, como nos anos anteriores, foi bem procurado.

No total, quase 1.000 pessoas foram informadas sobre cursos e bolsas de estudo nas feiras EuroPós 2020 em São Paulo e Rio de Janeiro. A demanda por programas nas áreas de engenharia, ciências naturais e sociais foi notável – com muita procura para estudos nas áreas de medicina, economia e direito.

Os visitantes do estante foram informados ainda sobre possibilidades de aprendizado da língua alemã (como e-learning e Summer Schools), assim como sobre programas de fomento (incluindo bolsas BAYLAT).

Além disso, a Dra. Irma de Melo apresentou, o cenário universitário e de pesquisa da Baviera, juntamente com os representantes das universidades que informaram sobre a variedade de cursos e as características específicas de suas respectivas universidades. Por fim, Jonas Löffler apresentou o portal de vagas Hochschuljobbörse, criado pela Nuremberg Institute of Technology no qual os estudantes podem encontrar estágios e empregos na Baviera.

Ademais, a delegação participou de encontros, promovidos pelo Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD), com representantes de universidades brasileiras em ambas cidades nos dias 9 e 12 de março. Com excelentes pesquisadores, o Brasil tem um grande interesse em estabelecer ou intensificar cooperações com universidades alemãs. Este fato ficou evidente com a presença das maiores universidades brasileiras nos eventos sediados em São Paulo e Rio de Janeiro:

· Universidade de São Paulo (USP)

· Universidade Estadual Paulista (Unesp)

· Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

· Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)

· Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

· Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

· Universidade Federal Fluminense (UFF)

Em São Paulo, no dia 9 de março, os participantes também visitaram o Centro Alemão de Ciência e Inovação (DWIH) São Paulo, onde foram recebidos pelo coordenador Marcio Weichert. O BAYLAT possui uma excelente cooperação com o DWIH São Paulo, participando ativamente das atividades do centro como membro do conselho consultivo, desenvolvendo programas e estratégias de cooperação com o Brasil dentre outras atividades.