Aberta as inscrições para o Falling Walls Lab Belo Horizonte

© FWF

Candidatos de todas as áreas do conhecimento podem se inscrever no Falling Walls Lab Belo Horizonte até 31 de julho. O autor da ideia com potencial mais transformador, que ganhar a etapa brasileira,  participará  da final mundial, na Alemanha, tendo  a chance de apresentar sua proposta em uma conferência que reunirá lideranças globais de diversas áreas.

Se você tem uma ideia inovadora e quer compartilhá-la com líderes globais da ciência, negócios, política, arte e sociedade inscreva-se no Falling Walls Lab Belo Horizonte. O autor do melhor projeto de pesquisa, plano de negócio ou iniciativa social ganhará uma viagem para concorrer a etapa mundial do concurso e participar da Falling Walls Conference, que acontecem em Berlim, na Alemanha, nos dias 8 e 9 de novembro, respectivamente.

O Centro Alemão de Ciência e Inovação (DWIH São Paulo) organiza o Falling Walls Lab Belo Horizonte, que neste ano conta com parceria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Serão selecionadas 15 ou mais propostas para serem apresentadas pessoalmente por seus autores no dia 23 de setembro, na capital mineira, na própria UFMG. Nesta data, ocorrerá a classificação para a etapa mundial do concurso.

Estudantes, pesquisadores, profissionais e empreendedores dos diversos campos do conhecimento e atuação têm até 31 de julho para se inscrever no Falling Walls Lab Belo Horizonte. A deia não precisa necessariamente já estar em prática. Para participar, basta ter uma ideia inovadora, com potencial de transformação, e submetê-la no site do Falling Walls (clique aqui – opção Belo Horizonte!)

Veja aqui o folder do Falling Walls Lab Belo Horizonte.

Para acompanhar as novidades no Facebook:
www.facebook.com/FallingWallsLabBH

Tem ajuda de custo para participar da etapa nacional?
Se você não mora em Belo Horizonte, pode solicitar ajuda de custo para transporte e hospedagem. Os casos serão analisados individualmente após a seleção dos candidatos.

Quem pode participar?
A competição Falling Walls Lab é destinada a graduados que tenham concluído os estudos há menos de dez anos, mestres titulados há no máximo sete e doutores há até cinco anos. Pós-doutorandos e estudantes universitários também podem se candidatar.

Como é a participação?
Cada candidato selecionado terá três minutos para fazer sua apresentação, em inglês, mostrando a relevância e o poder de transformação de sua ideia para um júri composto por especialistas da academia e do empresariado – formato que se repetirá na etapa mundial do concurso.

O vencedor em Berlim
O classificado da etapa brasileira irá defender sua ideia entre 100 concorrentes na etapa mundial, em Berlim, no dia 8 de novembro de 2019. Se ficar entre os três primeiros colocados, terá a oportunidade de apresentar sua proposta na Falling Walls Conference – evento que acontece no dia seguinte, também na capital alemã.

Independentemente do resultado, o vencedor da etapa brasileira terá a oportunidade de assistir as apresentações da conferência. Cientistas de renome internacional irão ministrar palestras sobre pesquisas de ponta para uma plateia composta por lideranças globais da ciência, negócios, política, arte e sociedade.

Além do concurso e da conferência, o vencedor brasileiro também participará, na Alemanha, de atividades para conhecer centros de pesquisa e empreendedorismo, organizadas pela Research in Germany – uma iniciativa do Ministério da Educação e Pesquisa (BMBF) que visa promover as instituições alemãs de ensino e pesquisa no mundo.

O concurso e a conferência são uma iniciativa da Falling Walls Foundation, instituição alemã sem fins lucrativos que promove discussões sobre pesquisa e inovação, divulgando as descobertas científicas mais recentes para um público amplo de todas os segmentos da sociedade.

Para tirar todas as dúvidas
Mais informações sobre a competição Falling Walls Lab e os critérios de participação, clique aqui!

Brasileiros que já vivenciaram o Falling Walls: de olho nos bastidores

O engenheiro e empreendedor Marcus Lima, que levou o primeiro lugar no Brasil em 2018 com o eyeTalk, apresentou um aplicativo destinado a pessoas que não conseguem se comunicar verbalmente e por gestos, mas só pelo olhar e pelas expressões faciais. Veja abaixo a apresentação!

Para habilitar o vídeo, clique na imagem. Todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seu proprietário. Assistir no YouTube

Ter a oportunidade de conhecer a Alemanha e participar de um acontecimento tão diversificado culturalmente foi uma experiência de vida única. Além disso, nas mídias sociais, tive um aumento de visitas, impressões e seguidores, impulsionados não só pelo Falling Walls, mas também por outras iniciativas e conexões Brasil-Alemanha
Marcus Lima

 

A dentista Renata Pereira propôs, também em 2018, um adesivo a base de grafeno para evitar cáries secundárias na interface entre reparações e dentes. Confira abaixo!

Para habilitar o vídeo, clique na imagem. Todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seu proprietário. Assistir no YouTube

Por meio das palestras do DAAD, da DFG, da Fundação Alexander von Humboldt e outras, tomei conhecimento de oportunidades para continuar minha carreira na Alemanha, seja como estudante de mestrado, doutorado, ou até mesmo como jovem professora. A Alemanha é um país incrível, que valoriza muito o campo científico e está de portas abertas para pesquisadores motivados e com boas ideias
Renata Pereira

 

Taiana Mui, doutoranda na Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá (FEG), que se classificou pela etapa de Wroclaw, na Polônia, apresentou o projeto “Plasma in Agriculture”. Veja a apresentação da Taiana!

Para habilitar o vídeo, clique na imagem. Todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seu proprietário. Assistir no YouTube

Participar do FW foi uma experiência única, na qual tive a oportunidade de conhecer várias pessoas talentosas com ideias e projetos em áreas completamente diferentes da minha
Taiana Mui

 

 

Mais sobre Falling Walls Lab Belo Horizonte
O concurso e a conferência são uma iniciativa da Falling Walls Foundation, instituição alemã sem fins lucrativos que promove discussões sobre pesquisa e inovação, divulgando as descobertas científicas mais recentes para um público amplo de todas os segmentos da sociedade. No Brasil, o concurso está sendo promovido pelo Centro Alemão de Ciência e Inovação (DWIH São Paulo), em parceria com o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD), Universidade Federal de Moinas Gerais (UFMG), Escola de Engenharia da UFMG, Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), Euraxess, Governo do Estado de Minas Gerais, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e a Springer Nature.