Mesa-redonda: “Povos indígenas e territorialidades no Brasil e na América Latina”

© Centro Mecila

Junto ao Instituto Max-Planck de Antropologia Social e ao Grupo de Pesquisa em Direitos Étnicos-Moitará, o Centro Mecila (Maria Sibylla Merian Centre Conviviality-Inequality in Latin America) promoverá, no dia 10 de dezembro, às 9h, uma mesa redonda sobre os direitos territoriais indígenas no Brasil e na América Latina.

O evento “Terras e donos: Povos indígenas e territorialidades no Brasil e na América Latina” é organizado por ocasião do lançamento do livro “Indigenous Land Rights in the Inter-American System”, redigido por Mariana Monteiro Matos, pesquisadora do Instituto Max-Planck. Além de Matos, participam da mesa-redonda Sandra Nascimento, do Grupo de Pesquisa em Direitos Étnicos-Moitará (Universidade de Brasília), e Bruno Morais, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). 

A moderação será feita por Samuel Barbosa, representante da Universidade de São Paulo, do Centro Mecila e do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap).

Para participar do debate,que será realizado em português, inscreva-se no link disponível no infobox abaixo. A discussão também pode ser acompanhada pelo YouTube do Mecila.

Informações sobre o evento

10 de dezembro de 2020, 09:00 até 11:00

On-line
Organizador: Centro Mecila, Instituto Max-Planck de Antropologia Social e Grupo de Pesquisa em Direitos Étnicos-Moitará (UnB)