A TUM é uma das universidades mais inovadoras da Europa

© Andreas Heddergott / TUM

A Universidade Técnica de Munique (TUM) está entre as top 10 da nova edição da „Europe’s Most Innovative Universities”. A agência britânica de notícias econômicas Reuters avalia, em seu ranking, a contribuição das universidades para o avanço da tecnologia e da economia através de seus resultados de pesquisas e inovações.

A Universidade Técnica de Munique (TUM) ocupa o sétimo lugar, ficando, assim, também na quarta edição do ranking entre as dez universidades mais inovadoras do continente. O Imperial College London (3º lugar), EPF Lausanne (5ºlugar) e a DTU de Copenhague (13º lugar), parceiros próximos da TUM, também obtiveram excelentes avaliações. No topo está novamente a belga KU Leuven. A Alemanha é o país com mais universidades entre as top 100.

Para „Europe’s Most Innovative Universities 2019”, a Reuters analisou dez indicadores no período de 2012 a 2017, entre eles:

  • quantas patentes as universidades têm registradas e concedidas, especialmente em nível internacional;
  • quantas vezes essas patentes foram citadas em outros pedidos de patentes;
  • quantas vezes as publicações acadêmicas das universidades foram citadas em pedidos de patentes, bem como em publicações de pesquisas da indústria.

Deste modo, o ranking confirma o êxito da TUM na transferência de tecnologia, isto é, nas atividades com as quais são geradas aplicações com um benefício para a sociedade a partir dos resultados de pesquisa. Além da proteção e utilização de patentes, a universidade conta com parcerias de longo prazo com empresas e contribui para a fundação de mais de 70 empresas por ano. Segundo o „German Startup Monitor”, a TUM produz o maior número de fundadores de empresas entre as universidades alemãs.