Iniciativa Philipp Schwartz para pesquisadores em risco

© Reprodução/DAAD

Está aberta a 9ª convocação da Iniciativa Philipp Schwartz, da Fundação Alexander von Humboldt, a qual possibilita que universidades, instituições de pesquisa não-universitárias e demais instituições científicas na Alemanha obtenham recursos para hospedar profissionalmente pesquisadores em risco. O prazo para as inscrições é 5 de março de 2021.

Podem ser nomeados pesquisadores de todos os países de fora da UE que estejam comprovadamente expostos a ameaças e perigos significativos nos países onde atuam – em situações de guerra ou vítimas de perseguição política.

As instituições contempladas terão recursos para financiar o(a) pesquisador(a) nomeado (a) por até 24 meses, com possibilidade de extensão de doze meses por meio de co-financiamento. Mais detalhes sobre a iniciativa podem ser consultados diretamente na página do programa.

No caso de instituições que se solidarizam com o problema e prezam pela liberdade acadêmica, mas não possuem relações com pesquisadores em situação de risco, a Fundação Alexander von Humboldt sugere entrar em contato com as instituições parceiras, como a Scholars at Risk Network, o IIE Scholar Rescue Fund e o Council for At-Risk Academics.

O nome da iniciativa é uma homenagem ao patologista austríaco Philipp Schwartz, o qual perdeu sua cátedra em Frankfurt em 1933, perseguido por sua fé judaica. Após emigrar para a Suíça, Schwartz fundou a Emergency Society of German Scientists Abroad.

Desde 2015, como fruto da parceria entre a Fundação Alexander von Humboldt e o Ministério das Relações Exteriores, a iniciativa conta também com o financiamento das fundações Alfried Krupp von Bohlen und Halbach, Andrew W. Mellon, Fritz Thyssen, Gerda Henkel, Klaus Tschira, Robert Bosch, Stifterverband e Mercator.