Chamada conjunta para projetos de pesquisa em biodiversidade

© Divulgação

Até o dia 7 de dezembro, propostas de pesquisa e inovação em  “Conservação e Restauração de Ecossistemas Degradados e sua Biodiversidade, incluindo o foco em Sistemas Aquáticos” poderão ser submetidas à Chamada Transnacional Conjunta – BiodivRestore 2020-2021. A iniciativa é promovida pelas organizações Water JPI e BiodivERsA em parceria com a União Europeia (UE) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), do Brasil. 

Apesar do foco em sistemas aquáticos, projetos relacionados a todos os ambientes serão aceitos. Dentre os possíveis temas a serem desenvolvidos estão:

  • o estudo dos processos biológicos e biofísicos em jogo para conservação / restauração e suas interações; 
  • a avaliação das prioridades e sinergias entre os públicos-alvos, benefícios e políticas para conservação e restauração; 
  • o conhecimento para melhorar a eficácia e intensificação das ações de conservação e restauração.

As propostas devem ser redigidas em inglês e apresentadas por consórcios compostos por, no mínimo, três países (sendo dois deles obrigatoriamente membros ou associados à UE). São 27 os países participantes da chamada que, conjuntamente, oferecerão um valor de 20 milhões de euros para os investimentos nos projetos. Cada país será responsável pelo financiamento de seus pesquisadores e instituições. 

Confira mais informações sobre a chamada para participantes brasileiros aqui, inscreva-se em http://www.biodiversa.org/1587 e veja abaixo a lista de países participantes:

Áustria, Bélgica, Brasil, Bulgária, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Letônia, Lituânia, Moldávia, Marrocos, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia, África do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Taiwan e Tunísia.